7 de out de 2012

As Irmãs estão na Moda!


As irmãs também querem andar na moda e os empresários perceberam isso. Pronto! Dois fatores para que se crie a tal da "Moda Gospel".

Não vamos negar que, sendo um segmento diferenciado, as evangélicas têm certos tipos de exigências na hora de comprar roupas e afins, e que produtos destinados à esse segmento são em certo ponto necessários. Digo "em certo ponto" porque existem algumas coisas que já beiram o ridículo.

Em Matéria do G1 sobre o Mercado da Moda Gospel, os depoimentos dos entrevistados me chamaram atenção:

Segundo Selma Felerico, coordenadora da pós-graduação na área de Comunicação da ESPM, especializada em estudos sobre o público feminino "a necessidade de segmentação vem se intensificando nos últimos anos. As mulheres evangélicas tinham muita dificuldade para conseguir roupas no estilo que precisavam e desejavam, porque a mulher evangélica também quer ficar bonita, na moda, quer frequentar os cultos bem vestidas. Ser vaidosa não é negativo” . 

Ou seja... era algo inevitável, pois o evangélico também tem poder de compra e logo logo os sedentos empresários descobririam que isso é uma mina de dinheiro. Foi o que aconteceu com a Som Livre, por exemplo, que admitiu  que o "gospel" é uma marca forte.


Blitz da Moda Gospel

Existem um número razoável de loja voltadas para esse público. Uma das mais conhecidas é a Raje Jeans, que regularmente aparece num programa que é uma espécie de "Blitz da Moda Gospel", onde o estilista da dicas "ungidas" para as irmãs: 


Criatividade Fail

O mais engraçado é a inspiração: basicamente consiste em observar a moda por aí, e fazer uma versão gospel: Sem decote, mais comprida e sem manga:

“A moda evangélica não proíbe nada de acabamento que não seja escandaloso. Hoje, as moças evangélicas querem sempre estar dentro da moda. Podem estar discretas, mas com a cor da moda, por exemplo. Qualquer tipo de roupa que esteja sendo usada, que é lançado por estilista famoso, que está na mídia, pode ser usada, sem problema nenhum. Tudo é permitido desde que [ela] não esteja usando uma roupa muito curta, uma calça comprida, uma roupa sem manga e decotada”. Diz Ivone Gonçalves dona da Raje Jeans, confecção de roupa evangélica

e "o estilista" reforça:

“A gente faz uma pesquisa ampla de estamparia, de tecido para adaptar à moda evangélica. Buscamos inspiração em Fashion Week, em feiras do setor. Eu ando muito, então, vou vendo o que está acontecendo no dia a dia, nos filmes, nas músicas, até nos jornais”, disse o estilista Jonhson Cavalcanti, que traz o design de moda festa em suas experiências anteriores.

Enfim, o consumismo gospel só cresce, e em breve as igrejas serão mais do que nunca um lugar para desfiles de moda:



























Via: G1

O que você achou?

4 comentários:

  1. Olá!

    Gostaria muito de realizar uma parceria com o GOSPEL ATUALIDADES. O meu blog é o Regulae Fidei e pode ser acessado em http://revavds.blogspot.com.br.
    Já até inseri o banner de vocês entre os meus parceiros.

    Aguardo seu retorno.

    ResponderExcluir
  2. Por que não nos vestirmos bem? Afinal somos filhas do REI!

    ResponderExcluir
  3. Queridas continuem assim isso é bom para todos nós que servimos a o sr;jesus cristo, e não ligue para as criticas pois é certo que elas existem e sempre vai existem até a vinda do mestre para nos levar para glória.

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião Livremente! Apenas considere que:

(1) Discutir não é problema, desde que seja feito de maneira educada, respeitosa e que considere o direito do outro divergir.
(2) Palavras de baixo calão ou textos ofensivos serão apagados pela moderação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...