25 de set de 2012

Saiba mais sobre o filme que revoltou os muçulmanos

Nenhum outro vídeo provocou tantas manifestações de revolta e protestos quanto The Innocence of Muslins (A Inocência dos Muçulmanos). Trata-se  trailler de um filme amador com 13 minutos  com baixo-orçamento chegando a ser tosco. Nakoula Basseley Nakoula (que usa o pseudônimo de Sam Bacile) é considerado o responsável pelo filme.



Com conteúdo anti-Islã o filme é uma sátira escrachada ao profeta islâmico Maomé com exagerados estereótipos negativos sobre o maior profeta da religião mulçumana onde o mesmo é retratado como um falso religioso, mulherengo, pedófilo, bissexual e assassino, sendo de fato bastante desrespeitoso com a religião islâmica.
O que intensificou a confusão e os protestos pelo mundo foi o fato dos radicais muçulmanos pensarem que esse filme seria parte de uma grande produção de Hollywood .

O filme provocou uma onda de violência anti-EUA em todo o mundo muçulmano no aniversário do 11 de Setembro e nos dias seguintes. A violência incluiu um ataque a instalações diplomáticas dos país em Benghazi, na Líbia, em que o embaixador e outros três norte-americanos foram mortos.
O professor de Relações Internacionais Diogo Costa, do RI Ibmec, mestre em Teoria Política pela Universidade de Colúmbia, no programa Rede Mídia, afirma que:
Não é tanto o vídeo em si, mas a utilização que fizeram dele. Se as pessoas soubessem que é algo feito em fundo de quintal... mas eles estão achando que todo o ocidente compartilha, que o ocidente promove, que o ocidente assiste. Eu acho que essa manipulação é tão causadora dos estragos quanto é a produção do filme em si (…) Alguns grupos aproveitam seu sentimento anti-ocidental para conseguir suas causas políticas... eles precisam ter alimento, o fogo precisa de combustível. Esse combustível pode ser um cartoon num jornal, um ursinho que colocaram o nome de Maomé, ou pode ser um filme que ninguém assistiu, que foi colocado no YouTube...”.
Confira abaixo a versão legendada do Trailer:


O blog Anti Nova Ordem Mundial que traduziu o vídeo informou: 'Traduzimos e legendamos este filme não porque concordamos com o ponto de vista apresentado ou somos contrários ao Islã, mas sim para que as pessoas de lingua portuguesa possam ter acesso e chegar as suas próprias conclusões, e quem sabe pesquisar um pouco mais sobre Maomé e a religião e cultura Islâmica"

O que você achou?

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse sua opinião Livremente! Apenas considere que:

(1) Discutir não é problema, desde que seja feito de maneira educada, respeitosa e que considere o direito do outro divergir.
(2) Palavras de baixo calão ou textos ofensivos serão apagados pela moderação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...