22 de nov de 2012

Ator diz que filme "Paixão de Cristo" arruinou sua carreira, mas que não se arrepende de ter feito


O ator Jim Caviezel, intérprete do papel de Jesus no filme “A Paixão de Cristo”, dirigido por Mel Gibson em 2004, declarou recentemente que sua participação nessa produção arruinou sua carreira como ator.

Caviezel, 42 anos, declarou durante entrevista ao jornal Daily Mail que não se arrepende da escolha feita, e que faria tudo novamente.

- Fazer esse papel com Mel destruiu a minha carreira, mas eu não me arrependo em nada por ter aceito. Ao contrário, aquela oportunidade fortaleceu a minha fé – revelou o ator.


Segundo o ator, que participou de apenas oito produções desde 2004, sua participação no filme motivou retaliações de outros produtores em Hollywood, e de apontado como promessa de grande ator, passou a rejeitado: “Gibson tinha me avisado que seria difícil. Ainda durante as filmagens, fui atingido por um raio e desloquei um ombro em uma cena da crucificação. Mas o pior ainda estava por vir”, relatou. “Cada vez mais pessoas em Hollywood fecharam as portas na minha cara, deixando-me do lado de fora. Assim, lentamente, me vi às margens do cinema. Eu estava consciente do fato de que minha participação poderia acarretar e não me arrependo da escolha que fiz. Como católico e como ator”, pontuou.

Segundo o ator, a culpa dessas consequências recai sobre as polêmicas em que o diretor Mel Gibson, considerado antissemita, se envolve: “Muitos meios de comunicação me atacaram por ter participado do filme, e a poderosa Jewish Anti-Defamation League me rotulou de antissemita por ter aceitado o papel. Gibson também tinha me avisado disso…”, disse o ator, que garante ter tomado a decisão de participar do “A Paixão de Cristo” consciente dos riscos.

Jim Caviezel afirmou ainda que considera Gibson “um pecador, mas justamente por isso precisa das nossas orações mais do que dos nossos julgamentos”.

Via: G+

O que você achou?

8 comentários:

  1. muito bom esse artigo que Deus Abençoe a todos! amem!

    ResponderExcluir
  2. Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura

    ResponderExcluir
  3. O mercado cinematográfico, quando quer, é muito mau.

    ResponderExcluir
  4. Nossa que pena!!! O Jim Caviezel fez um papel no filme "Alem da linha vermelha", simplesmente fantástico. Uma perda para o cinema americano.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom ator!
    Hoje ele está fazendo uma série chamada Person of Interest, que é criada por Jonathan Nolan (irmão do diretor de Batman, Cristopher Nolan). Aliás, muito boa.
    Essa série é um dos maiores sucessos no Estados Unidos, vista semanalmente por 15 milhões de pessoas.
    Sua carreira está retornando.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  6. Jim caviezel foi escolhido a dedo e iluminado por deus..ator como ele nunca perde fama...parabens jim

    ResponderExcluir
  7. Os judeus reclamam do holocausto, mas são implacáveis com o cristianismo. Dominam a cidade do pecado (hollywood) e disseminam em seus filmes ataques constantes aos cristãos. Jim Caviezel é um cristão de verdade. Oremos por ele.

    ResponderExcluir
  8. Para mim fez um grande papel. Mel Gibson fez um trabalho fabuloso com A Paixão de Cristo é um grande grande filme, sem hesitação, embora muito cruel e triste para o meu gosto. Este filme me lembra Ressurreição, uma adaptação interessante centrado na ressurreição de Cristo, do ponto de vista de um ateu. Adicionando o contexto romano essencial, então temos uma natureza sugestiva com uma gama infinita de decisões e reações que não diferem da nossa percepção emocional. Um roteiro decente por Kevin Reynolds, que também atua como diretor. Além disso, ressuscitado poderia servir como uma sequela de A Paixão de Cristo.

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião Livremente! Apenas considere que:

(1) Discutir não é problema, desde que seja feito de maneira educada, respeitosa e que considere o direito do outro divergir.
(2) Palavras de baixo calão ou textos ofensivos serão apagados pela moderação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...