14 de dez de 2012

Pai mata bebê por lhe interromper enquanto jogava videogame


Brian Frazier, de 20 anos, estava em uma maratona de videogame durante a madrugada, quando por volta das cinco da manhã o choro de Khan, seu filho o interrompeu. Incomodado, Brian deu um soco no rosto do bebê, que voltou a dormir, tendo falecido nas horas seguintes, segundo o promotor. Brian e a mãe da criança, Stefany Ash, encontraram o bebê morto quando acordaram, em torno das 14h.


O casal chegou a discutir a possibilidade de encobrir a morte de Khan, forjando um sequestro. Após uma hora, eles mudaram de ideia e informaram o serviço de emergência dos Estados Unidos, o 911, do ocorrido. Brian está sendo acusado de assassinato em primeiro grau, equivalente ao homicídio qualificado no Brasil, e Stefany está sendo indiciada por ter sido cúmplice.

Além de Khan, eles ainda também têm outro filho, chamado Kane, de um ano e três meses, que foi encaminhado ao Serviço de Proteção à Criança do estado. Antes do incidente, Brian e Stefany já haviam sido visitados pelo departamento de serviço social do estado da Carolina do Norte, o qual questionou as condições em que as crianças estariam vivendo.

Brian e Stefany com os filhos, Kane (esquerda) e Khan, que foi morto (direita)
Segundo o padrasto de Stefany Ash, Brian Alston, sua enteada tinha um relacionamento abusivo com Brian e sua residência vivia imunda, com fraldas sujas, latas de bebida e restos de comida espalhados pela casa. A mãe de Stefany, Sandra Alston, defendeu a filha, dizendo que ela não podia limpar a casa por conta da recente cirurgia cesariana.

O que você achou?

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse sua opinião Livremente! Apenas considere que:

(1) Discutir não é problema, desde que seja feito de maneira educada, respeitosa e que considere o direito do outro divergir.
(2) Palavras de baixo calão ou textos ofensivos serão apagados pela moderação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...