29 de jan de 2013

Mulheres tem os rostos desfigurados com ácido pelos maridos no Paquistão


No Paquistão ainda é uma prática comum realizar casamentos arranjados. Desde criança, o casal já sabe quem vai ser seu par, pelo bem dos negócios da família. Mas isso nem sempre funciona muito bem e muitas vezes acaba em tragédia.

Cem mulheres por ano são desfiguradas no Paquistão — a maioria, por ataques com ácido cometidos pelos próprios maridos, que as punem por "mau comportamento". 

Apesar de serem vítimas, elas recebem olhares de zombaria e crítica nas ruas. Para a sociedade paquistanesa, se elas foram atacadas, é porque fizeram algo de errado. 

Esse é o drama vivido por Sabira Sultana, atacada pelo marido por uma discordância em relação ao dote que sua família deveria ter pago na ocasião de seu casamento:


A paquistanesa Shamin Akhtar vive o mesmo drama. Estuprada por uma gangue quando tinha apenas 17 anos, ela foi punida pela "desonra", sendo atacada com ácido:


Estava no contrato nupcial de Sair Liaquat que ela terminaria seus estudos mesmo depois de casada, mas seu marido não admitiu que a mulher ficasse fora de casa logo nos primeiros meses de casamento. Quando ela se recusou a abandonar a escola, teve seu rosto desfigurado por ácido, ficando cega de um olho:


Sair Uruzh, outra vítima da raiva do marido foi banhada em querosene enquanto dormia:



Mas algumas pessoas estão dispostas a ajudar essas mulheres. É o caso da fundação Sorria de Novo, criada para ajudá-las a voltar a ter uma vida normal.

Acompanhe nessa reportagem o drama dessas mulheres:


Via: r7bogoboo

O que você achou?

1 comentários:

  1. Desgraçados!merecem queimar no fogo do inferno!monstros!

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião Livremente! Apenas considere que:

(1) Discutir não é problema, desde que seja feito de maneira educada, respeitosa e que considere o direito do outro divergir.
(2) Palavras de baixo calão ou textos ofensivos serão apagados pela moderação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...