18 de fev de 2013

Micah's Rule: A primeira banda gospel LGBT


Após o advento das igrejas inclusivas, onde gays, lésbicas, transexuais e simpatizantes se reúnem num culto que enfatiza a aceitação bíblica da prática homossexual, surge a primeira banda gospel LGBT.

Formada por Greg McCaw, Chasity Scott e Mary Anne Hewett, todos eles com histórico profissional de trabalhos desenvolvidos junto a grandes músicos cristãos nos Estados Unidos, a banda Micah’s Rule (que numa tradução literal seria Regra de Miquéias) está se tornando símbolo da causa homossexual no cristianismo.

Greg McCaw, gay assumido, Chasity Scott, transexual, e Mary Anne Hewett, lésbica, afirmam que sua opção por revelarem a preferência homossexual é uma forma de repudiar mentiras: “Há muitas pessoas que são gays na indústria da música em Nashville, mas eles estão escondidos no armário”, diz o líder, McCaw.

Segundo ele, a questão em torno de sua sexualidade é chamativa, mas eles não estão usando isso como forma de se promover: “É apenas a nossa história, pura e simples. Não estamos usando isso como ferramenta de marketing para a nossa música, positiva ou negativamente. Queremos ser um grupo musical como qualquer outro”, alega.

A banda acaba de lançar seu primeiro CD, produzido por Mark Moseley, um reconhecido profissional da música nos Estados Unidos. A festa de lançamento contou com o repertório completo do trio, e aconteceu na Igreja da Comunidade Metropolitana, uma das maiores denominações inclusivas do país, segundo informações do Huffington Post.

A música de trabalho da banda, “Can You Hear Me?”, traz na mensagem o desejo de ser igual a Jesus: “Eu quero que ele veja Jesus em mim, como eu vejo Jesus nele. Você pode me ouvir Pai?”, versa.

Com informações de Huffington post via G+

O que você achou?

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse sua opinião Livremente! Apenas considere que:

(1) Discutir não é problema, desde que seja feito de maneira educada, respeitosa e que considere o direito do outro divergir.
(2) Palavras de baixo calão ou textos ofensivos serão apagados pela moderação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...