26 de mar de 2013

Caetano Veloso, Wagner Moura, Preta Gil e Dira Paes participam de ato contra permanência do Pr. Feliciano na CDH


A pressão pela saída do pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) da presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara aumentou nesta segunda-feira com o apelo da Anistia Internacional pela substituição dele. Em nota, a entidade disse ser "inaceitável" a escolha de Feliciano para o cargo, diante das "posições discriminatórias em relação à população negra, LGBT e mulheres".

A Anistia destaca ainda que "é grave que (Feliciano) tenha sido alçado ao posto a despeito de intensa mobilização da sociedade em repúdio a seu nome". Destaca a importância de que os integrantes da comissão "sejam pessoas comprometidas com os direitos humanos e possuam trajetórias públicas reconhecidas pelo compromisso com a luta contra discriminações e violações". A entidade internacional criticou o motivo da nomeação de Feliciano para o cargo, alegando que "direitos fundamentais não devem ser objeto de barganha política ou sacrificados em acordos partidários".

Artistas, políticos, líderes religiosos e movimentos sociais contrários à permanência de Feliciano na presidência da comissão programaram um ato, na noite desta segunda-feira, na Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no centro do Rio, em defesa da "Comissão de Direitos Humanos para tod@s" e contra o "projeto político de intolerância que a presidência do pastor Marco Feliciano representa para o Congresso e para os brasileiros".

O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), um dos organizadores do evento, disse que o silêncio dos potenciais candidatos à presidente na eleição de 2014 "é muito significativo". "Eles sabem o quanto a temática em torno das minorias é estratégica. Não querem se comprometer. Ignorar esse movimento é inadmissível", criticou.

O deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL), presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), disse que "assistimos estarrecidos e com grande preocupação a um imenso retrocesso na Câmara Federal com a indicação do deputado federal Marco Feliciano (PSC) para a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias." Estava prevista a presença do cantor Caetano Veloso, do ator Wagner Moura, da atriz Leandra Leal, entre outros artistas no ato na ABI.

O que você achou?

5 comentários:

  1. Mateus 21:42
    Jesus respondeu: "Vocês estão enganados porque não conhecem as Escrituras nem o poder de Deus!

    ResponderExcluir
  2. Enquanto o povo de Deus fica em uma guerra de teologia, querendo saber qual é a denominação que esta certa, ou qual pastor é mais famoso que o outro, quem fatura mais, os atores, deputados, contrario ao pastor Marco Feliciano se unem para tirar o direito da família, rasgam a bíblia na nossa cara todos os dias, se unem, maquinam contra Deus e seus filhos, até quando povo de Deus?

    ResponderExcluir
  3. Lixos reunidos contra um homem de bem...

    ResponderExcluir
  4. Eles não são contra os evangélicos e sim contra atitudes de uma pessoa. Agora se todos evangélicos pensarem da mesmo foram que este homem acredito que devem repensar pq a maioria tem filhos, primos,etc. são precisa aceitar o homens sexualismo mas sim respeitar.

    ResponderExcluir
  5. estes atores são todos ums marionetes que são levados por gualguer vendo de mentiras,são pessoas sem carete e personalidade que moral eles tem para agir assim acorda brasil...

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião Livremente! Apenas considere que:

(1) Discutir não é problema, desde que seja feito de maneira educada, respeitosa e que considere o direito do outro divergir.
(2) Palavras de baixo calão ou textos ofensivos serão apagados pela moderação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...