8 de abr de 2013

Vídeos de Marco Feliciano sobre John Lennon e Mamonas Assassinas geram polêmica nas redes sociais


Um vídeo circula nas redes sociais mostrando um culto evangélico, presidido pelo deputado federal e pastor, Marco Feliciano (PSC-SP), relacionando a morte de artistas, como John Lennon e dos integrantes do grupo Mamonas Assassinas, como uma punição de Deus.

"Ninguém afronta Deus e sobrevive pra debochar!", disse Marco Feliciano sobre o ex-integrante dos Beatles, John Lennon, morto a tiros no ano de 1980.

Nos vídeos, que foram postados, não é visível a data e o local da gravação do culto.

As imagens mostram o deputado e pastor, Marco Feliciano, fazendo uma referência à frase popular, citada por John Lennon na década 1960, que dizia que a banda era mais conhecida que Jesus Cristo.

"Passou algum tempo depois dessa declaração, está ele [John Lennon] dentro do apartamento, quando abre a porta e escuta alguém chamar pelo nome. Ele vira e é alvejado com três tiros no peito", disse Feliciano.

Veja o vídeo:


Em outro vídeo, aparentemente gravado do mesmo culto, Feliciano diz que as músicas dos Mamonas Assassinas, ao se dirigirem para crianças, tocaram na “santidade de Deus”. 

Ele criticou o cantor da banda, Dinho, por ter sido evangélico da Assembleia de Deus, e o chamou de “vendido”. “Se vendeu ao diabo pelo vil dinheiro, dizem por aí que todo homem tem seu preço”. 

Todos os integrantes da banda, conhecida pelas letras engraçadas e cheias de duplo sentido, morreram em um acidente aéreo em 1996. 

“Até hoje há uma interrogação do que aconteceu ali para os homens. Eu sei o que aconteceu ali. O avião estava no céu, região do ministro do juízo de Deus. Lá na Serra da Cantareira, ao invés de virar pra um lado, o manche tocou pra outro. Um anjo pôs o dedo no manche e Deus fulminou aqueles que tentaram colocar palavras torpes na boca das nossas crianças", disse.

Assista: 


Depois que assumiu a presidência da Comissão de Direitos Humanos, Marco Feliciano, tem feito declarações sobre diversos assuntos e gerando polêmica na oposição. 

O deputado Marco Feliciano ainda afirmou, em recentes declarações, que não pretende deixar a presidência da comissão por conta das represálias que vem sofrendo nos últimos tempos. 

O que você achou?

1 comentários:

  1. A Palavra de Deus é um convite a reflexão, mas parece que este convite foi confundido com um outro para a alienação. Deus é justo e isso é incontestável, mas não podemos confundir o senso de justiça e a mensagem reflexiva trazida pela palavra de Deus com a nossa egoísta vontade e muitas vezes mistica vontade de justificar as coisas.
    Cabe a nós aguardarmos o dia em que todos os fatos estarão nus e patentes ao olhos de todos, e seus feitores serão assim julgados por Deus.

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião Livremente! Apenas considere que:

(1) Discutir não é problema, desde que seja feito de maneira educada, respeitosa e que considere o direito do outro divergir.
(2) Palavras de baixo calão ou textos ofensivos serão apagados pela moderação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...