23 de abr de 2013

Os 10 mais lanches estranhos que você já viu



Se alguém te disser que as pessoas comem as coisas que você verá a seguir, talvez você não acredite. Mas a verdade é que a população ao redor do mundo vai muito além do nosso arroz e feijão. Esta lista pode ser uma espécie de guia de viagens para você: se visitar algum destes lugares, não deixe de experimentar as iguarias apresentadas aqui.


10 – HAKARL: TUBARÃO FERMENTADO


Eis aqui duas coisas das quais pouco ouvimos falar: tubarão-elefante e Islândia. A população da gelada ilha no atlântico norte tem um gosto todo especial pelo seguinte lanche: captura-se um tubarão-elefante (o segundo maior peixe do mundo, atrás apenas do tubarão-baleia), corta-se em pedacinhos bem pequenos, deixa-se fermentar em um processo todo especial e é posto para secar por 5 meses! Ao final dessa cirurgia, surgem duas “espécies” de lanche. Uma é o Glerhákarl (“tubarão-vidro”), que são cubinhos vermelhos tirados do ventre do tubarão, e são de mascar! A outra é o Skyrhákarl (“tubarão de leite”), com carne branca emacia, tirada do resto do corpo do pobre tubarão.

9 – BALUT: OVO FERTILIZADO DE PATO


Se você era aluno aplicado em Biologia, talvez se lembre de como funciona o sistema reprodutivo das aves: na fase da fertilização, o embrião fica em seu “semi-ovo”, alimentando-se do vitelo. Pois é essa fase embrionária do pato que alguns habitantes das Filipinas elegeram para comer. Isso mesmo, o prato é o ovo ainda não formado, mole, transparente e pegajoso, retirado dos patos. É possível ver o embrião lá dentro, que é coberto de sal, pimenta, e comido cru mesmo. Uma delícia do sudeste asiático.

8 – KANNIKO: CARANGUEJO “CARAMELIZADO”


O Japão é um verdadeiro campeão na arte de dar asas às mais esquisitas fantasias culinárias. O kanniko é um bom exemplo disso: trata-se de um pacotão cheio de filhotes de caranguejos embebidos em uma resina especial, que endurece e “enverniza” o bicho. De alguma maneira misteriosa, eles conseguem deixar o lanche doce, adicionando apenas sal e outros condimentos na preparação. O gosto desse crime contra a natureza é algo como um peixe doce, e picante. Um repórter que experimentou a iguaria recomenda que não se compre um desses pacotes sem ter um bom estoque de cerveja gelada, porque é picante mesmo.

7 – CASU MARZU: QUEIJO DE LARVA DE MOSCA


Imagine a cena na sua mente: um queijo, em processo de fermentação, é “visitado” por dezenas de moscas da espécie Piophila casei. Elas deixam seus ovos à vontade na superfície convidativa e vão embora. Os ovos eclodem, as larvas da mosca crescem e começam a se espalhar pelo queijo. Nessa “ocupação” da área, vão deixando o queijo com uma textura mole e cremosa, um cheiro nauseabundo e um encantador gosto de podridão. Mesmo assim, é muito apreciado na Itália, a terra das deliciosas pizzas e macarronadas. Geralmente, é servido em casamentos e outras festas familiares. Você encara uma dessas?

6 – ESCAMOLES: OVOS DE FORMIGA


Se você achou extravagante o modo como os italianos conseguem usar moscas para fazer uma receita, veja esse prato do México. Eles criam colônias de formigas-marrons com a seguinte finalidade: durante a desova, acompanham atentamente o desenvolvimento embrionário. Logo antes da larva se transformar em formiga (para que se consiga o maior tamanho possível), um sujeito põe a mão no local onde os ovos são deixados, e começa a coletá-los, devidamente protegido de picadas. Dizem que o gosto se parece com o do milho, e cada larva tem o tamanho aproximado de um grão. Os escamoles são servidos crus mesmo, geralmente com tacos.

5 – YU WAN: BOLINHO DE LULA


Se você já participou de algum festival japonês, promovido aqui no Brasil, talvez tenha experimentado o Takoyaki, um bolinho frito de polvo, servido em pequenas porções com um molho especial. Pois bem, os “parentes” do polvo (a lula) são apreciados pelos “parentes” dos japoneses (os chineses). O bolinho de lula na China é servido frito, espetado em um palito. Crocante por fora e macio por dentro, é muito apreciado na China e no sudeste asiático.

4 – KOP YUSH: PEIXE SECO E SALGADO


Como se não bastassem as extravagâncias que inventam para eles mesmos comerem, os chineses também produzem alimentos exóticos apenas para exportação. Nesse caso, são as crianças da Rússia, e não da China, que apreciam um pacotinho de peixe ressecado e salgado. É vendido mesmo como um salgadinho, algo equivalente, em termos de consumo, à nossa batata chips.

3 – ESPETINHO DE INSETOS


Na China, existe um ditado que sabiamente enuncia: “se tem quatro pernas e não é mesa, só pode ser comida”! Eles não deixam nem os grilos escaparem à regra, e quem anda pelas ruas de Pequim ou de Bangkok (Tailândia) pode facilmente encontrar barraquinhas vendendo grilos fritos espetados no palito. E estamos falando apenas de um lanchinho rápido, porque nas refeições os chineses são capazes de ir muito além: eles comem ratos, escorpiões, pardais… nem as cobras, que sequer têm quatro pernas, estão livres do rol da culinária chinesa.

2 – CHOCOLATE DE ALHO


Se você pensou que os japoneses não iriam mais dar o ar da graça nesta lista, enganou-se. Takko Shouji é um fabricante que exalta as qualidades de seu produto: eleva os níveis de energia durante o dia e, em pouco tempo, regula metabolismos digestivos com problema. De que se trata? É o chocolate de alho. Exatamente: colhem um tipo de alho escuro, fermentam e moem o produto em acondicionam em formato de flor (olha aí uma boa pedida para o dia dos namorados). Depois, cobre-se o alho com chocolate e pó de cacau, para dar um gostinho doce.

1 – TORRESMO


Depois de apresentar nove comidas exóticas, mostramos algo com que você pode se identificar. Enfim, é uma extravagância nossa (embora não apenas nossa): pele de porco frita. O nosso torresmo é considerado exótico pelas pessoas de fora. Mas há muitos outros lugares do mundo onde se consome pele de porco, com diferentes meios de preparação. Tão alta quanto a popularidade do prato ao redor do mundo, contudo, são os níveis de colesterol que o torresmo eleva. Nada que desencoraje os apreciadores da iguaria.


Via

O que você achou?

1 comentários:

  1. O bolinho de lula é tranquilo, comeria fácil, nhac nhac.

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião Livremente! Apenas considere que:

(1) Discutir não é problema, desde que seja feito de maneira educada, respeitosa e que considere o direito do outro divergir.
(2) Palavras de baixo calão ou textos ofensivos serão apagados pela moderação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...