29 de mai de 2013

Pastor Marcos Pereira tem pedido de liberdade negado


Marcos Pereira está preso desde de o dia 7 de maio, atualmente no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste. Os argumentos da defesa de que faltaria legitimidade ao Ministério Público estadual para propor a ação penal foram rechaçados.

O pastor Marcos Pereira teve também dois pedidos de habeas corpus negados. Segundo o inquérito, o pastor é considerado de alta periculosidade e utiliza de sua autoridade religiosa para aterrorizar suas vítimas.

As denúncias começaram durante investigações abertas pelas acusações feitas por José Júnior, coordenador da AfroReggae no ano passado. José Júnior acusou Marcos Pereira de querer matá-lo e de ter relações com o tráfico e outros crimes.

Marcos Pereira foi inicialmente acusado por seis vítimas de estupros. Entre elas, sua própria esposa, Dona Ana Madureira da Silva, que negou a própria acusação. Outras supostas vítimas publicaram vídeos na internet negando também as acusações e dizendo-se coagidas pelo integrante da AfroReggae e ex-membro da ADUD, pastor Rogério Menezes.

O delegado da Delegacia de Combate ao Tráfico de Drogas (Dcod), Márcio Mendonça está investigando as circunstâncias nas quais as supostas vítimas estariam desmentindo os depoimentos.

Em entrevista recente com o CP, José Júnior afirmou que o medo seria o motivo principal para que as mulheres desmentissem o depoimento. Segundo ele, existia um mito de que Marcos Pereira era intocável e que jamais seria preso por sua relação com o poder “constituído” e pelo poder “do crime organizado”.

Atualmente o pastor é acusado de dois estupros e foi recentemente indiciado por ameaçara duas testemunhas do processo. Ele se tornou alvo de investigações da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) (RJ).

O que você achou?

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse sua opinião Livremente! Apenas considere que:

(1) Discutir não é problema, desde que seja feito de maneira educada, respeitosa e que considere o direito do outro divergir.
(2) Palavras de baixo calão ou textos ofensivos serão apagados pela moderação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...