27 de out de 2013

Evangélico, Xanddy afirma que sofre preconceito por cantar axé e pagode


O cantor Xanddy, vocalista do grupo Harmonia do Samba ainda é alvo de hostilidade por parte de alguns religiosos por cantar músicas de axé e pagode e rebolar em cima do palco. Evangélico, o baiano, que esteve no ‘Encontro com Fátima Bernardes’, da Rede Globo, para cantar os sucessos de sua banda, e fez uma análise sobre o assunto no programa.

“Sofro um pouco de preconceito, mas encaro de forma tranquila porque a música é a minha profissão [...] O garçom, por exemplo, serve bebidas alcoólicas, ainda que seja evangélico. Ele está ali cumprindo o papel dele. Me sinto assim também: subo no palco, faço música, adoro música e isso não me impede de servir a Deus”, afirma ele.

Casado com a apresentadora Carla Perez, Xanddy conta ainda o segredo do sucesso do relacionamento de 12 anos, que já deu dois filhos aos pombinhos. “Existe verdade entre a gente, amor e Deus [...] De segunda à quinta-feira, geralmente, estou em casa e, quando surge um diazinho livre no fim de semana, a gente aproveita com toda a força”, enumera ele, que faz 120 shows por ano e mesmo assim reserva bastante tempo para estar com a mulher e os filhos.

O baiano de 34 anos afirmou ainda que as fãs não abusam na hora de abordá-lo. “Elas me respeitam muito, entendem que o Xanddy é um Xanddy família. Gostam de mim pela música, mas sem ultrapassar os limites. Tem aquele carinho de querer ver, de achar bonito, mas isso é administrável”, analisa.

O que você achou?

1 comentários:

  1. O que conta mesmo é o talento que ele não tem e NUNCA terá, ainda bem que disse que ''música é sua profissão'', se falasse que era dom ou que nasceu pra isso, levaria um pontapé.
    Um garçom ser evangélico e servir bebidas alcoólicas, nada tem a ver com ele ser cantor, um garçom não se expõe a mídia (ainda que se exponha a opiniões alheias).
    Ele não precisa cantar músicas evangélicas para ter uma ''aprovação'' no meio gospel.
    Mais daí cantar músicas com melodias pobres e letras com apelo sexual, já é demais né.
    Mais enfim...

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião Livremente! Apenas considere que:

(1) Discutir não é problema, desde que seja feito de maneira educada, respeitosa e que considere o direito do outro divergir.
(2) Palavras de baixo calão ou textos ofensivos serão apagados pela moderação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...